Minha primeira viagem à Holanda

minha viagem holanda (1)

De 8 a 11 de Setembro, eu fui pela primeira vez na minha vida à Holanda, a Amesterdão para ser mais exato. Fui com minha família e ficámos num pequeno e confortável apartamento muito bem localizado. Nos primeiros 2 dias fizemos um “tour” intensivo à cidade e arredores. Realmente Amestrarão é uma cidade lindíssima, com edifícios antigos e canais de água quase por toda a parte.

Os hotéis no centro são muito luxuosos e parecem muito caros, tem imensas lojas e muitas vendem camisetas e acessórios “metal” que é um paraíso para mim :). As pessoas foram muito simpáticas conosco e no geral têm um espírito muito aberto (como eu esperava). O tempo esteve sempre agradável ao longo de toda a viagem.

Eu comprei algumas lembranças que vou guardar com muito orgulho. Sempre tive curiosidade em conhecer a Holanda por tudo o que meus amigos falavam e realmente valeu muito a pena.

Por um grande golpe de sorte, durante a viagem eu fui a um concerto de uma banda francesa de quem eu sou muito fã: Shaka Ponk. Eles tocaram em uma pequena sala de concertos localizado a uma curta distância do centro da cidade e tive oportunidade de vê-los a tocar novamente. Fui com minha irmã e mais uma vez não fiquei desapontado. Eles foram incríveis como de costume! Ainda por cima consegui estar na primeira fila durante o espetáculo.

minha viagem holanda (3)

Eu normalmente nem sou de me preocupar com o lugar, mas desta vez fez toda a diferença! Ali naquela posição eu senti muito mais a musica, parecia que todos aqueles acordes estavam a entrar pelo meu corpo e foi simplesmente de arrepiar! Dei por mim a olhar intensamente para o violonista da banda, imaginando: “meu sonho é um dia conseguir tocar assim” e até já comprei o curso formula violão pela Internet para iniciar meu aprendizado com este belíssimo instrumento. Não garanto que vá um dia tocar como aquele cara, mas se conseguir fazer algumas melodias completas já está de bom tamanho para mim.

Mas continuando…

Depois de um showzaço daqueles, outra coisa igualmente incrível aconteceu: tive oportunidade de conversar com os membros da Shaka Ponk e tirar fotos com alguns deles. Foi um sonho tornado realidade para mim: poder estar perto de Shaka Ponk e falar com eles.

Eu voltei da minha viagem com um grande sorriso nos lábios e memórias que ficarão para sempre gravadas na minha mente. Obrigado Amesterdão! Obrigado Shaka Ponk! Espero um dia regressar.